Comer em Londres

Elaborar um guia de lugares em Londres, seja em que área for, é sempre uma tarefa ingrata, que se arrisca a estar desactualizado passado pouco tempo. Se isso acontece numa pequena cidade como Lisboa, sempre em constante mudança, com novidades diárias sobre aberturas e encerramentos, imagine-se uma metrópole gigantesca como a capital inglesa. Mas a pretensão desta publicação também não é ir tão longe, apenas pretende reunir um conjunto de lugares, essencialmente ligados à gastronomia, por onde tenho passado ao longo das minhas visitas à cidade e onde terei todo o prazer em voltar. Espero que apreciem e que possam ser úteis numa futura ida à maior cidade da Velha Albion.

20160429_105657

20160429_1057161

Dois dos maiores ícones da cidade, o Big Ben e o London Eye.

Davy’s Wine Vaults

Francis Edwin Davy fundou a Davy’s em 1870, uma loja que importava vinhos de todo o mundo e que rapidamente se tornou uma referência para a restauração e hotelaria londrina. No início do século XX começaram também a vender vinho engarrafado com marca própria à medida que iam abrindo novas lojas e bares de vinho. Hoje, cinco gerações depois, a Davy´s tem várias lojas e wine bars em Londres, onde podemos parar para um copo de vinho ou para uma refeição mais demorada. O Davy’s Wine Vaults, muito próximo da estação de comboios de Greenwich, tem uma boa oferta de pequenos produtores, seleccionados pela própria casa, a preços bastante atractivos. É uma excelente opção para um copo de vinho ao final da tarde, enquanto se pica qualquer coisa. Além do vinho, também existe uma boa oferta de cervejas artesanais e espirituosos.
161 Greenwich High Road, London SE10 8JA
Tel: 020 8858 7204
Preço médio da refeição sem vinho: 20€
Copo de vinho a partir de 5€
Garrafa de vinho a partir de 20€

Brewdog Soho

O Soho mudou. O antigo distrito de má fama na Cidade de Westminster, famoso pelas suas sex-shop e delirante vida noturna, modernizou-se e apesar de continuar a ser um lugar de divertimento nocturno privilegiado, são as novas lojas, bares e restaurantes que definem a face desta zona da cidade, um pouco à imagem do lisboeta Cais do Sodré.
A Brewdog é uma rede de modernos bares de cerveja (não são pubs! eles levam isso muito a sério) onde a especialidade são as cervejas artesanais. Nesta loja de dois pisos no Soho, uma das maiores da cadeia e a primeira em Central London, é possível provar um largo conjunto de cervejas artesanais em dois ambientes distintos. O piso de entrada , mais animado e festivo, acaba por ser um complemento da atmosfera vibrante que se vive na rua, especialmente durante a noite e, no piso de baixo, uma zona mais tranquila, onde se pode relaxar a beber uma cerveja artesanal seleccionada por entre uma enorme oferta. Só à pressão são 20 em cada piso, todas diferentes. Impressionante não? Um paraíso para os amantes das craft beers.
21 Poland St, Soho, London W1F 8QG, UK
brewdog.com
Tel: +44 20 7287 8029
Todos os dias das 12:00 às 23:30.

Rivington Grill

Shoreditch é provavelmente o bairro mais vibrante da capital inglesa e aquele onde podemos encontrar alguns dos melhores restaurantes, bares, cafés, galerias de arte, lojas, clubes noturnos, etc. É também conhecido por ser uma galeria a céu aberto, onde alguns dos melhores artistas de rua escolheram expor os seus trabalhos, como é o caso do famoso Banksy. É aqui, por entre esta fusão de edifícios industriais com lugares da moda (ao estilo Lx Factory), que encontramos o Rivington Grill. O grupo Caprice, com o seu chef executivo Tim Hughes, detém mais de 20 estabelecimentos em Londres e neste Rivington procuram recuperar antigas receitas inglesas, utilizando o máximo de ingredientes possível produzidos em pequenas quintas do Reino Unido. O resultado é, num espaço bonito e moderno (trendy, como se diz por lá), uma cozinha de conforto polvilhada por um toque de modernidade, como são exemplos a Costela de Cordeiro com Crosta de Ervas e Ameixas acompanhada por Tortilha de Batata e Espetada de Rins ou Espargos com Ovos Escalfados e Salada de Acelga Vermelha com Queijo de Ovelha. A comida é boa, o espaço é muito convidativo, o serviço e os vinhos estão à altura. Só tem um problema, claro, estamos em Londres e estas refeições não são baratas. Guardem-no por isso para quando forem celebrar uma data especial à capital inglesa.
28-30 Rivington Street Shoreditch EC2A 3DZ
Tel: 020 7729 7053
Preço médio sem vinho: 50€

De Hems

O hábito enraizado dos britânicos beberem uma cerveja depois da jornada de trabalho faz com que os pubs se tenham tornado em verdadeiras instituições. Numa cidade com milhões de habitantes como Londres, é ver depois de mais um dia de trabalho, estes estabelecimentos encherem-se de gente de todas as idades e extractos sociais para partilhar umas Pint (0,475 litros). Este De Hems, de origem holandesa, é um dos mais famosos pubs de Londres e muito concorrido pela comunidade holandesa da cidade. A sua selecção de cervejas artesanais é famosa e durante as horas de maior enchente a atmosfera é contagiante. Aos dias de semana, depois do horário laboral, tem uma massagista que faz massagens de relaxamento mesmo ali, enquanto se descontrai de cerveja na mão.
11 Macclesfield Street, Soho, London, W1D 5BW
Tel: (020) 7437 2494
Pint a partir dos 5€.

20160429_131313

Fish and Chips. O prato da classe operária inglesa que se tornou o mais típico da culinária do Reino Unido.

20160429_134201

Uma cidade de ritmo acelerado. Com 9 milhões de habitantes, torna-se por vezes sufocante para quem lá mora.

Old Spitalfields Market

Outra das atracções de Londres são os seus mercados e este Old Spitalfields Market, com a modernização que teve nos últimos anos, tornou-se num lugar incontornável da East London. De fácil acesso, com a estação de metro de Liverpool Street muito próxima, é um local onde podemos encontrar muitas bancas de roupa, peças vintage, artesanato, bijuterias, produtos alimentares, etc. Tem uma programação dinâmica e diversa, que podem passar por espectáculos musicais, feiras de discos de vinil, ou eventos temáticos. Na altura que lá estive era a semana do Mercado da Boqueria, com algumas das bancas mais conhecidas deste famoso mercado de Barcelona a colorirem o espaço central do Spitalfields. Toda esta oferta é servida por uma boa selecção de restaurantes e bancas de comida, onde pontifica, para nós portugueses, a Taberna do Mercado de Nuno Mendes.
De seguida merece visita a “indiana” Brick Lane, que corre mesmo ao lado do mercado, com as suas lojas, restaurantes e galerias de arte, sempre com o aroma do caril como pano de fundo.
Horner Square, Spitalfields, London E1 6EW

20160429_142740

20160429_1600411

O Mercado de Spitalfields numa hora de menos movimento.

Taberna do Mercado

Novo projecto de sucesso de Nuno Mendes em Londres, este muito mais próximo de nós, que merece uma visita aquando de uma ida à cidade. Os preços (para Londres) são honestos e o facto de estar aberto todo o dia permite diversas abordagens, seja numa forma mais ligeira ou para uma refeição mais completa. Ter uma referência do género, numa metrópole gigantesca como Londres, acaba por ser um orgulho para qualquer português
Old Spitalfields Market, 107b Commercial Street, London E1 6BG
Tel: 44 (0)207 375 0649
Email: [email protected]
Preço médio sem vinho: 40€

Hotbox

Se carne de porco é a vossa cena então o Hotbox foi feito para vocês. Depois da fama com a food truck e consequente presença em vários certames itinerantes de street food pela capital inglesa (onde os conheci), chegam em modo restaurante ao Old Spitalfields Market. O barbecue é quem mais ordena e o desfile é de fazer água na boca. Tacos de costela fumada, sandes de porco a baixa temperatura com molho barbecue, sandes de rodelas de salsicha ou entrecosto com molho de whisky, são algumas das apetitosas propostas deste templo do porco. Tem take away.
46-48 Commercial St. London, E16LT
Tel: +44(0)207 247 1817
Fecha Domingo ao jantar.
Preço médio:
No restaurante: 40€
Na food truck: 15€

Street Feast Model Market

A 15 minutos de comboio de Central London, Lewisham, na zona de South East, é um das “freguesias” mais étnicas de toda a Inglaterra. Habitada por uma grande comunidade estrangeira, da qual 80% é negra, Lewisham durante muitos anos não teve a melhor fama do mundo, mas de há uns anos a esta parte, com o aumento da pressão populacional em Central London, tem sentido na pele o fenómeno da gentrificação (à semelhança de Peckham, que hoje é dos lugares mais vibrantes da cidade). E ao chegarem novas pessoas, muitas delas jovens, chegam também novos negócios e possibilidades que acabam por ir mudando a face desta parte da cidade onde habitam 1,5 milhões de pessoas. O Model Market, organizado pela Street Feast, é um desses exemplos. Um mercado de street food que acontece durante os fins de semana de Verão (de Abril a Setembro) e que conta com cerca de duas dezenas de restaurantes, muitos deles famosos da cena street food londrina. O antigo mercado desactivado dos anos 50 é o lugar perfeito para criar uma atmosfera contagiante, com muitas famílias com crianças misturadas com gente mais ou menos jovem, num ambiente muito salutar. A comida regra geral está entre o bom e o muito bom, há bebidas para todos os gostos e é o wine bar de serviço que dá musica ao evento. Uma festa com a comida como pano de fundo que vale cada minuto da viagem a Lewisham.
196 Lewisham High St, London SE13 6LS
Telefone: +44 20 7033 3903
De 15 de Abril a 1 de Outubro.
Entrada livre antes das 19, depois 3 libras.

20160429_1853521

20160429_1851571

20160429_193216

A abordagem à comida de rua indiana pela Rola Wala, de comer e chorar por mais.

20160429_1919551

Etta’s Seafood Kitchen

Etta e a sua filha gerem este restaurante onde carne não entra, apenas peixe e mariscos cozinhados com alma caribenha. Como muitos dos habitantes de Brixton, Etta veio das Caraíbas e por aqui se fixou e procurou desenvolver o seu negócio. A sua simpatia é contagiante e a sua presença, sempre de cores vivas vestidas, não deixa ninguém indiferente. A oferta no menu é um desfilar de pratos das suas origens, como os caranguejos fritos com molho de chili (sweet chilli), os calamares, o robalo com molho picante, a lagosta (uma das especialidades da casa, também ela acompanhada pelo twist caribenho do molho), o caril de marisco, os camarões fritos, ou umas lulas recheadas que nunca imaginei terem tradição por estas paragens. Para os menos aventureiros nestas coisas da comida podem sempre ir pelo confortável e acessível fish and chips.
A comida é no seu essencial boa e bem feita, a simpatia das proprietárias, que acolhem bem, faz o resto. Junte-se o preço muito cordato e temos um dos lugares mais apetecíveis para jantar no multicultural Brixton Market (ao fim de semana ir cedo por causa das filas).
85-86 Brixton Village, Coldharbour Lane, London SW9 8PS
Tel: 0203 489 9394
Preço médio: 22,50€

British Museum

Este é presença assídua nos guias tradicionais mas não resisti a incluir nesta lista.
Um banho de história é o que nos espera no British Museum, por entre objectos que simbolizam a cultura das mais antigas civilizações do mundo. As jóias da coroa são os frisos do Paternon de Atenas e a Pedra de Roseta, mas há mais de 7 milhões de objectos nas suas colecções, que vão rodando através das muitas exposições temporárias. No ano 2000 foi inaugurado o Great Court, que ocupa a parte central do complexo onde se encontra a centenária biblioteca e sala de leitura e o restaurante. A entrada é livre.
Great Russell St, London WC1B 3DG, Reino Unido
Horário: Das 10:00 às 17:30, Sextas até às 20:30.

20160429_1704381

O Great Court do British Museum, a maior praça coberta da Europa.

20160429_1349201

Outro dos postais de Londres, os famosos double decker.

Hedonism Wines

Certamente uma das mais impressionantes garrafeiras do mundo.
Um paraíso para enófilos.
Imperdível.

Brentford FC

Londres será possivelmente a cidade do mundo com mais equipas de futebol a jogar nos principais escalões. Só na milionária Premier League são cinco, mas muitas outras nas divisões inferiores. É por isso natural que o futebol faça parte da cultura londrina e ainda hoje seja um dos programas mais procurados para uma tarde de sábado. Para quem gosta de futebol é muito recomendável reservar um dia para assistir a um jogo de futebol em Londres. Mas para uma experiência autêntica, de grande atmosfera, fujam da aburguesada Premier League e deixem-se surpreender por um jogo das divisões inferiores. Brentford, na parte Oeste de Londres, a cerca de 10 km de Central London, é uma localidade na confluência do rio Thames com o Brent e no passado uma das principais vias do comércio marítimo dentro de Inglaterra. A equipa de futebol local, o Brentford FC, actualmente a jogar o Championship (segunda divisão), reúne uma grande falange de apoio e os seus jogos no Griffin Park são um autêntico deleite para os amantes do futebol tradicional. Horas antes do jogo, milhares de pessoas, entre elas muitas famílias com crianças, reúnem-se alegremente em clima de festa nos quatro pubs junto ao estádio (as gentes da terra dizem orgulhosamente que é o único estádio do mundo com um pub em cada extremidade) para comer e beber antes da partida. Depois a romaria segue rua acima até à entrada do estádio. Lá dentro a festa faz-se com cerca de 10.000 pessoas, que já é impressionante para um escalão secundário, mas se o adversário for o rival Fulham ou Queens Park Rangers então o estádio esgota (12.300) e a atmosfera no The Ealing Road Terrace (a bancada Este) é inesquecível.
Braemar Road, Brentford, London, TW8 0NT

20160430_1426461

Ambiente no The Griffin, horas antes do jogo. O Pub que dá nome ao estádio.

20160430_1454111

Longe das comodidades do futebol moderno, uma das bancadas onde se posicionam os adeptos do Brentford (The Ealing Road Terrace).

Magpie & Crown

É um dos pubs mais tradicionais de Brentford e uma referência para os amantes de cerveja. É por isso muito procurado, seja durante a semana após o horário laboral, seja aos fins-de-semana, principalmente se o Brentford FC jogar em casa. Normalmente oferece cinco a seis cervejas (real ale) no handpump, mais três ou quatro artesanais à pressão e ainda uma boa selecção de cervejas engarrafadas. O ambiente é típico e genuíno, com jornais do dia, música e canais desportivos nas televisões. Quando bate a fome há comida de pub (menu Matchday em dias de futebol), com opções vegetarianas e o tradicional Sunday Roast aos domingos.
128 High Street, Brentford, TW8 8EW
Tel: (020) 8560 4570
Aberto todos os dias das 12 às 00:00.
Preço médio: Pints desde os 4€. Refeições desde os 15€.

20160430_1207081

20160430_1220181

Os barco-casa dos canais de Brentford, uma Londres diferente e desconhecida.

Brixton Village

Brixton é outra zona onde a comunidade negra marca grande presença na cidade de Londres, muito representada por emigrantes dos países das Caraíbas, como Jamaica, Trinidad e Tobago ou Barbados.
É neste caldo de culturas que nasceu o mercado de Brixton, onde podemos encontrar uma grande diversidade de produtos alimentares ou têxteis que representam estas culturas.
De há uns anos a esta parte o mercado tem-se modernizado com novas lojas, bares e restaurantes e hoje é um dos principais destinos para jantar fora na zona sul de Londres, principalmente ao fim de semana onde as filas para as principais atracções gastronómicas podem ser longas. O ambiente é bom e há oferta para todos os gostos e quase sempre a preços cordatos, o que é sempre bem vindo numa cidade onerosa como Londres.
10-11, 8LB, Coldharbour Ln, London SW9
Aberto todos os dias das 6 às 00:00, às segundas fecha às 17:00.

20160430_2022431

20160430_204137

20160430_2007371

De talhos Halal, a cabeleireiros e lojas de móveis, passando por restaurantes modernos, é possível encontrar tudo no Mercado de Brixton.

Craft Beer Co

O nome é sugestivo mas não nos prerara para o que vamos encontrar no interior, um bar que só vende cerveja. Bom, em bom rigor também há comida, mas não se avista, nem se vê ninguém a comer. Por isso deixemo-nos de frescuras, aqui vem-se exclusivamente para beber boa cerveja. Mesmo água, não fiz o teste, mas desconfio que se tivesse pedido me tinham indicado a direcção da casa-de-banho.
A Craf Beer é uma companhia que detém vários bares de cerveja em Londres e este, em Brixton, fica muito bem localizado a caminho do Brixton Market. A oferta esmaga-nos e até pode amedrontar um leigo, como é o meu caso. Fiquei a perceber melhor a sensação de uma pessoa que não percebe nada de vinho ter de escolher por entre uma carta com mais de 300 referências.
São vinte cervejas artesanais à pressão, que mudam todos dias, mais 10 no handpump e mais de 200 referências engarrafadas e em latas. Há cervejas de todos os gostos e feitios, das mais suaves para início de conversa, às mais pesadas que são quase uma refeição e que ultrapassam facilmente os 10 graus de teor alcoólico. O ambiente é essencialmente jovem e a decoração moderna. Craft beer geeks esta é a vossa praia em South London.
11-13 Brixton Station Road, London, SW9 8PA
020 7274 8383
[email protected]
Pints a partir dos 5€

20160430_185400

20160430_1854261

“Want a Pint mate?”

Parque de Greenwich

Greenwich passou a ser um lugar mundialmente conhecido quando em meados do século XIX foi convencionado o Meridiano, a linha referência que possibilita a medição da longitude do globo terrestre e que estabelece os fusos horários. Mas os pontos de interesse desta localidade do South East londrino não se esgotam no meridiano e tem nas suas fronteiras muitas outras atracções que merecem visita. Uma delas é o Parque Real de Greenwich, um dos oito parques reais de Londres e o mais antigo de todos, que proporciona ampla vista panorâmica sobre a cidade. Aos fins de semana enche-se de famílias londrinas (e turistas) que aqui vêm para um passeio ou pic-nic, aproveitando para visitar o Observatório Real, a Linha do Meridiano ou o Museu Marítimo Nacional. Uma boa opção é entrar no parque pelo lado sul (estação de Blackheath) e sair pelo lado oposto, em direcção ao Tamisa, onde vamos encontrar outros pontos de interesse pelo caminho, como por exemplo o famoso navio Cutty Sark, exposto junto ao museu com o mesmo nome.
Aberto todos os dias das 6 às 21:30
Entrada livre

20160501_113415

20160501_114223

A linha do Meridiano para turista ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *