Paulo Laureano Vinus (Restaurante Claro, Oeiras)

 

 

Terroir, singularidade, tipicidade. Estava lançado o mote para a Tertúlia com Paulo Laureano no Restaurante Claro.

 

 

Da singularidade da região e da aposta nas castas típicas portuguesas, nasce em parceria com António Paneira Pinto (Chão do Prado), uma aventura por Bucelas. Paulo Laureano Espumante Bruto 2006 (12€, 16,5 pts), feito a partir das castas Esgana Cão e Arinto, pelo método clássico, serviu de desbloqueador de conversa e abriu as hostilidades. Aromático, cremoso, persistente, foi a primeira das boas surpresas da noite.
Em harmonia, as iguarias do Chef Vitor Claro chegavam à mesa. Ravioli de Camarão com Cogumelos, a lidar lindamente com o…

 

Paulo Laureano Bucelas Branco 2011 (7€, 15,5 pts). Esgana Cão (e Arinto) para a recriação de um Bucelas clássico. Com estágio apenas em inox, um vinho fresco, cítrico e mineral.

 

A simplicidade de um Cozido de Grão, elevado por um toque de modernidade. Muito bom.

 

Dolium Branco 2011 (15€, 16,5 pts). A tipicidade da Antão Vaz saída do terroir da Vidigueira. Do que conhecia de colheitas anteriores, este está mais elegante, com a madeira menos evidente, mais integrada, com aromas típicos da casta, untuoso, leve mineral, fresco. Outra das boas surpresas da noite.

 

 

Gnocchis com travo alentejano.

 

E apesar da noite ser dos brancos, também houve espaço para um tinto brilhar. Tinta Grossa, chamada carinhosamente pelos locais de Tinta da Nossa, é mais uma casta singular que atinge o seu auge no terroir da Vidigueira. Selectio Grossa Tinto 2010 (21€, 17 pts) é um vinho pujante e arrebatador. Aromas quentes, frutos do bosque, madeira, especiarias, com  o arejamento chegam suaves e frescas notas vegetais. Boa estrutura, taninos e acidez equilibrados para um guloso final.

 

 

Foi de facto uma Tertúlia na verdadeira acepção da palavra. Com boa disposição e descontracção. Num espaço agradável, com o rio ao fundo, ouviu-se e falou-se. De vinho e de vinhos, cruzando pontos de vista e opiniões. Obrigado ao Eng. Paulo Laureano, pela boa disposição e disponibilidade demonstrada, mas acima de tudo pela sua preocupação em apresentar o seu trabalho à blogosfera, admitindo a importância destes canais nos dias actuais. Um bem haja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *