Quinta de Saes Estágio Prolongado Tinto 2015

Um cliché, eu sei, mas não há como fugir dele.

A Quinta da Pellada é hoje unanimemente considerada a referência maior da região do Dão e este Estágio Prolongado é um vinho muito especial no portefólio deste produtor. Produzido desde os anos 90, tem oferecido aos apreciadores vinhos memoráveis, que perduram no tempo e que comprovam bem a fibra dos vinhos produzidos por Álvaro Castro. Ainda está na minha memória a prova vertical de Quinta de Saes Reserva e Estágio Prolongado em que participei faz agora um ano (e que lamentavelmente nada escrevi sobre a mesma), onde tivémos a possibilidade de provar alguns destes fantásticos vinhos como o 1996, o 2011, ou o 2014, só para dar três exemplos.

Esta colheita de 2015, a mais recente no mercado, era bastante aguardada, pois havia a curiosidade de a comparar com a sensacional colheita de 2014. E apesar da fasquia estar muito alta, não desiludiu. A pureza da fruta vermelha e silvestre domina o aroma, também um leve floral, bem secundados pelo característico fundo vegetal dos vinhos da Pellada. A boca é macia, muito saborosa, com taninos finos, num todo de boa complexidade e elegância, com a acidez fina, muito bem proporcionada, a refrescar o conjunto e a prolongar-lhe o sabor. Nunca falha.

Por comparação com o 2014 pareceu-me um vinho já mais pronto, menos aromático, mas muito equilibrado nesta fase, num estilo consensual que é impossível não gostar. Será um parceiro a ter em conta para os cabritos e borregos assados deste Natal. Custou-me cerca de 14€ no super mercado do El Corte Inglês. Boas Festas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *