Sanjoanne no Laboratório


O Laboratório da Wines mudou-se de armas e bagagens mesmo para frente da garrafeira, bastando agora atravessar a rua.

A inauguração da nova sala de provas da Wines 9297 foi ontem, com a pompa dos vinhos da Quinta de Sanjoanne.
João Pedro Araujo, proprietário da Casa de Cello, esteve presente e dirigiu a prova que contou com novos e velhos clássicos dos brancos da Quinta de Sanjoanne.
Foi um desfilar de hits, dos mais recentes aos mais antigos, mostrando que a região dos Vinhos Verdes é muito mais que vinhos do ano para beber na piscina.
Elogiar estes vinhos torna-se repetitivo, é chover no molhado, já falei aqui várias vezes deles e por isso vou tentar atalhar essa parte. Só deixar registado, para memória futura, que este Superior 2015 é de um nível superlativo, encontra-se num patamar exclusivo onde só moram alguns (poucos) dos melhores brancos nacionais. O corte habitual de Alvarinho e Malvasia Fina dá lugar a um vinho austero, sério, tenso, com uma elegância e profundidade pouco vistas nos nossos brancos. Está jovem, mas não engana, vai no mesmo caminho (ou melhor) que o 2005.
O resto foi um deleite para os sentidos…
…sem muito mais para dizer a não ser, para quem não conhece, que não sabe o que anda a perder. A programação do Laboratório segue dentro de momentos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *