La Parisienne (Lisboa)

DSC_0016

No início do ano foi conhecida a intenção da Câmara Municipal de Lisboa de transformar o Largo Rafael Bordalo Pinheiro (ao Chiado) em mais um espaço de encontro e lazer da cidade. A proposta passava por retirar o transito daquela artéria, trazer de volta a circulação de eléctricos, criar uma zona pedonal onde a calçada portuguesa seria o elemento central e, por fim, encher o espaço de restaurantes e esplanadas.
Até ao momento o único sinal de renovação é dado apenas pelos novos espaços de restauração que vão surgindo, onde o mais recente é este La Parisienne, aberto há poucas semanas, que tive o prazer de ir conhecer numa recente apresentação à imprensa.

DSC_0002

Xavier Charrier é um cozinheiro francês que deixou os fogões na sua terra natal para abrir uma charcutaria no Linhó, em Sintra. Foi nesse lugar improvável que se deu a conhecer, colocando a sua loja na boca da comunidade aficcionada por estas coisas de bem comer. Com uma oferta de qualidade, trouxe para o publico português uma grande diversidade de produtos de origem francesa, muitos deles preparados pelo próprio. Queijos, vinhos, charcutaria diversa, patés, foie gras, ou as famosas rilletes, eram apenas uma amostra do que era possível encontrar na loja deste Maitre Charcutier. Mas o Linhó foi pequeno para o conceito e Xavier viu-se na necessidade de tomar um novo rumo.

DSC_0015

É assim que a sua vida se cruza com a de Olivier Vallancien e a sua mulher, um casal de parisienses, que chegam a Portugal com o objectivo de abrir um espaço de restauração. Xavier volta às cozinhas para assumir os destinos deste novo bistrot francês que acaba de abrir no lugar do antigo BCN, bem no centro da “movida” do bairro lisboeta do Chiado.

DSC_0011

DSC_0065

Espaço bonito, de tectos altos e abóbadas em pedra, com o chão e as cadeiras de madeira a darem conforto ao ambiente. A decoração é simples, assente em motivos relacionados com o imaginário parisiense. No que toca ao menu, Xavier Charrier traz obviamente uma cozinha de base francesa, apostando em produtos frescos de qualidade, onde pontificam, por exemplo, os vegetais biológicos da Quinta do Poial. O tradicional Bife Tártaro, o Foie Gras caseiro e o Créme Brulée, são apenas três ilustres representantes da riqueza da gastronomia francesa que podemos encontrar na carta do La Parisienne. As peças de charcutaria que lhe deram fama também não podiam faltar e muitas delas voltam a ser preparadas na cozinha do próprio restaurante. Todos os dias há um prato do dia, inspirado pelos produtos de época que Xavier encontra no mercado, que pode ser pedido a solo ou incluído no menu de almoço (2 pratos, 15€, 3 pratos 20€).

DSC_0012

DSC_0013

Durante a tarde, de segunda a sexta entre as 17 e as 19:00, abre a happy hour, com uma tábua de petiscos franceses e um copo de vinho por 9€, ou só um copo de vinho por 2,50€.

DSC_0022

Tábua de carnes frias. Rillete de Porco, Saucisson d’Ardèche, Presunto d’Ardèche, Andouille de Guéméné e Terrine de Presunto com Ervas.

DSC_0025

Antes do jantar, Paulo Fiuza Nigra, apresentou os seus vinhos Pontual, que fazem parte da carta de vinhos do restaurante.

DSC_0036

Foie Gras com Chutney de Passas, servido com um cálice de Moscatel.

DSC_0038

Alho Francês em Vinagrete e Ovo Escalfado.

DSC_0044

DSC_0049

Filete de Robalo com Molho de Pimenta Rosa e Legumes Biológicos da Quinta do Poial.

DSC_0053

Bife Tártaro.

DSC_0057

DSC_0058

Carta de vinhos curta, adequada ao espaço e ao conceito, com boas referências, onde predominam os vinhos franceses. Alguns preços necessitam ser revistos.

DSC_0061

Profiteroles.

DSC_0019

Chef Xavier Charrier.

Bistrots de qualidade nunca são demais, ainda para mais numa cidade onde a oferta dentro do género é escassa. O Le Petit Bistrot, ilustre representante do Comer em Lisboa, passa agora a ter um concorrente à altura.
Faço votos para que o La Parisienne cá ande por muitos e bons anos e que possa contar com a recuperação do Largo Rafael Bordalo Pinheiro, para que seja possível, dentro de pouco tempo, apreciar na esplanada uma rillete e um copo de Chablis.

La Parisienne
Largo Rafael Bordalo Pinheiro 18
Tel: +351 964 203 947
Aberto todos os dias.

Tags

1 Comment

  • Eugénia diz:

    Uma excelente proposta: ambiente sereno, requintado, um Chef competente, serviço primoroso, comida excelentíssima! Dommage: o menu não estava ainda em francês (só português e inglês)! E a música também não nos recordou a bela França!!!!!!!!!!!!!!! Lembrem-se os jovens restauradores que muitas gerações de portugueses e portuguesas — até aos anos 70-80 — tiveram a língua francesa como LÍNGUA DE CULTURA (e a França como país de acolhimento!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *