Casa da Passarella O Fugitivo Tinto 2012

Já em 2016 um conjunto de ilustres que teve a pachorra de aturar os meus devaneios não teve pejo em lhe atribuir um lugar de honra nos melhores vinhos do Dão.

É por isso com redobrado regojizo que volvidos estes anos em garrafa, podemos concluir não só que o vinho correspondeu a todas as expectativas como está agora melhor que nunca.

O Fugitivo da Passarella é pura elegância. Um Dão de fino recorte. Todo ele equilíbrio, finesse e frescura. A pouca concentração confere leveza sem lhe comprometer a profundidade. As vinhas velhas prologam-lhe a vida e proporcionam-lhe a complexidade e o carácter só ao alcance dos grandes vinhos. Tiro o meu chapéu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *