Madre de Água Encruzado 2014

Ouvi falar pela primeira vez da Quinta Madre de Água através da publicação de um vizinho, nativo da terra, que dava a conhecer um novo e ambicioso projecto de enoturismo, onde à produção de vinho, se juntava o azeite, o queijo e as compotas. Com estadia e restaurante próprio, este era um projecto arrojado e invulgar à época na região. A sugestão agradou-me e, apesar de nunca se ter concretizado uma ida, foi sempre um local que ficou na agenda para uma futura visita.

Mais recentemente, por intermédio de mão amiga, tive a oportunidade de conhecer alguns destes vinhos e rendi-me aos encantos do Encruzado, ao ponto de chegar à conclusão que estamos perante uma das melhores relações qualidade-preço do mercado.

Um Encruzado tremendamente fresco e equilibrado, fiel à casta e com uma mineralidade que lhe denuncia a origem serrana. Um vinho muito limpo, onde o ataque frutado, com suave sugestão de barrica – que não belisca a pureza do vinho, antes lhe dá dimensão – é muito bem compensado por alta e salivante acidez. Para já não acusa em nada o tempo que passou em garrafa, pelo que será interessante observar a evolução nos próximos tempos. Um achado. Ainda para mais quando descobres que o talho do teu bairro o vende a menos de 5€. Só supresas.

Fiquei a saber entretanto que este projecto vai ser assumido pelo enólogo Paulo Nunes, da Casa da Passarella, o que deixa a prespectiva de continuarem a vir boas coisas daquela propriedade de Gouveia. Para manter debaixo do radar.

Nota: Após esta publicação fui alertado por um amigo que o vinho em causa não tem estágio em barrica, pelo que a sensação que refiro no texto será característica do próprio vinho.

Madre de Água Encruzado 2014
Produzido pela Quinta Madre de Água em Gouveia, no Dão.
Enologia de Francisca Pereira
100% Encruzado
13º de volume de álcool
Abaixo de 5€ nos locais mais inesperados.
16+ pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *