Loire

DSC_0065

DSC_0219

DSC_0076

DSC_0018

DSC_0031

DSC_0020

DSC_0030

DSC_0035

DSC_0054

DSC_0077

DSC_0082

DSC_0002

DSC_0084

DSC_0045

DSC_0060

DSC_0076

DSC_0185

DSC_0005

DSC_0079

DSC_0040

DSC_0049

DSC_0146

DSC_0206

DSC_0192

Com uma história ancestral e inesgotável, o Vale do Loire, também conhecido por Jardim de França, é uma região famosa pelos seus imponentes castelos e pelas suas paisagens luxuriantes, mas também pela riqueza da sua produção de vinhos, a par da gastronomia. O rio que lhe dá nome, o mais longo do país, serve de fio condutor para uma viagem por alguns dos mais importantes locais da história de França, quase sempre com as vinhas e os terrenos agrícolas como pano de fundo. Produtos ímpares, de grande qualidade, que os franceses sabem vender como ninguém, com os vinhos, Saumur, Anjou, Chinon, Vouvray, Touraine, Poully-Fummé e Sancerre, na linha da frente, e produtos como os queijos, famosos os chévre, as trufas, o açafrão, as frutas e legumes de todas as espécies e as rilletes, uma iguaria parecida com um paté, mas com a carne desfiada cozinhada em banha.

Descobrir esta realidade foi um desafio fascinante mas que se revelou impossível de concretizar no espaço de uma semana. Uma região tão vasta e rica convida-nos a ficar, em manhãs de contemplação num qualquer castelo pendurado sobre o rio, ou tardes de conversa numa sala de provas de vinho. O tempo corre rápido e tentar acelerar aqueles momentos era simplesmente não os viver. Assim, ficou a faltar o lado leste do Loire, aquele onde a produção de vinho atinge o maior reconhecimento, em particular Sancerre e Poully-Fummé. A desculpa perfeita para voltar o mais breve possível.
Até lá vão passando por aqui alguns dos momentos que mais me marcaram por estas terras, numa viagem que também passou por Paris, que terá um capítulo à parte. Espero que gostem.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *