Salmarim

DSC_0357

DSC_0356

DSC_0361

DSC_0364

Estamos no Sotavento Algarvio, entre Castro Marim e Vila Real de Santo António. A Reserva Natural do Sapal de Castro Marim, junto à foz do Guadiana, é um ecossistema privilegiado para muitas espécies animais que aqui encontram o seu habitat. Peixes, aves e plantas, encontram neste lugar, constituído por sapais salgados, salinas e pequenos braços de rio, um viveiro natural onde vivem e se reproduzem livremente. A água e o sol são elementos fulcrais neste território, que ajudam a prosperar duas das principais industrias da região, a pesca e a produção de sal.

DSC_0370

É neste lugar que estão localizadas as salinas da Salmarim que tive oportunidade de conhecer na jornada à volta da flor de sal que vos contei em Março passado. Jorge Raiado e Sandra Madeira, o casal à frente da Salmarim, não se limitam a produzir sal como muitos dos seus vizinhos, reconheceram o terroir único que possuem e apostaram na produção de um produto de excelência, a flor de sal.

DSC_0373

DSC_0382 - Cópia

Enquanto exemplifica com o rodo especial o processo de extracção, Jorge Raiado vai avançando que para cada 80 kg de sal, produz um de flor de sal. O sol e o vento permanente, em conjunto com as águas salinas, reúnem as condições ideais para a formação dos cristais, que no momento exacto serão retirados manualmente para um cesto onde secam ao sol, para posteriormente ser analisado o seu grau de pureza e por fim embalado.
A flor de sal é um produto natural, que não sofre qualquer processamento, rico em nutrientes como potássio, cálcio, magnésio e zinco.

DSC_0385 - Cópia

DSC_0415 - Cópia

O tradicional baptismo de sal com que são brindados os visitantes da salina da Salmarim.

DSC_0447

DSC_0448

DSC_0449

Mas às vezes ter um bom produto não chega, é preciso dá-lo a conhecer, fazê-lo chegar às pessoas. Também aqui a Salmarim tem feito um trabalho extraordinário, não só na imagem e forma das embalagens, modernas e atractivas, como no posicionamento junto dos melhores restaurantes e Chefes portugueses. A próxima vez que forem jantar àquele restaurante especial tomem atenção, pois é muito provável que estejam a comer flor de sal da Salmarim.
A inovação sobre o produto também tem sido uma constante e além das embalagens com flor de sal aromatizada (limão, salsa e orégãos, pimentão, etc…) a Salmarim, desde Maio deste ano, também comercializa o Mar Portátil, uma embalagem de bolso, com três propostas de flor de sal diferentes, para levar para qualquer lado e “corrigir qualquer mal-entendido entre o tempero e a comida”.

DSC_0446

Apesar de já conhecer o produto, confesso que depois deste fim de semana passei a olhar para a flor de sal como um produto verdadeiramente especial. A forma como realça o sabor dos alimentos é única e basta uns cristais de flor de sal a finalizar uma receita para lhe dar outra dimensão, seja um escalope de foie gras, uma costeleta de novilho, ou uma mousse de chocolate, só para dar três exemplos.

 
Salmarim
Salina do Moinho das Meias,
Apartado 42, 8951-909 Castro Marim
Email: [email protected]

3 Comments

  • jorge morais diz:

    excelente Jorge, deu vontade de experimentar! O sal, e a flor de sal, são dos produtos mais importantes de Portugal. Está na hora dos Portugueses darem mais atenção a este produto nacional de alta qualidade. Perguntem aos vikings, que desde os primórdios escolheram o nosso sal para preservar os alimentos e em troca deixavam…bacalhau! E foi assim que o bacalhau entrou na nossa dieta 🙂

  • Jorge Nunes diz:

    Sem dúvida, mas mesmo assim continua a ser um produto que passa ao lado do mainstream.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *